A terapia ultrassônica galega que consegue eliminar 80% dos tremores ...

2021-11-19 02:13:51 By : Mr. Gavin bai

Emilio é o protagonista desta história e este hallazgo mudou a sua vida. Levei 30 anos convivendo com um tremor essencial, uma perturbação dos movimentos que pode causar deficiência, afetando a voz, a escrita ou movimentos básicos como comer ou beber. 

Emilio foi o primeiro paciente tratado com ultrassonografia de alta frequência (HIFU), que foi incorporado na unidade de saúde pública galega do Hospital das Clínicas Universitárias de Santiago.

A terapia consiste no ultrassom de alta frequência guiado por uma ressonância magnética cerebral que, por sua vez, concentra sua ação pela estereotaxia, uma moldura que é colocada na cabeça e permite que o ultrassom seja guiado, produzindo uma queimadura de 2mm na área que causa el temblor.

Trata-se de uma terapia não invasiva onde o procedimento não dura mais de uma hora e apresenta resultados de 80% de melhora nos movimentos involuntários. Esta técnica leva 5 anos de experiência sob a mesma equipe de neurologistas, neurocirurgiões e neurorradiologistas, e é pioneira no uso neste Complexo Hospitalar Universitário de Santiago (CHUG) na Espanha, contando também com efeitos paliativos em pacientes com predomínio unilateral de Parkinson, eliminando seu refratário templos.

O custo foi de 1,8 milhões de euros, mas para pacientes com deficiência que não propuseram uma cirurgia como a de Emilio, este adiantamento tem um preço.

Córdoba Buenas Noticias é um meio de comunicação digital que aborda as notícias de um ponto de vista diferente.